Presidente da CCJ gasta R$ 8 mil por mês com segurança privada



O presidente da CCJ da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), é o comandante do colegiado onde tramita a denúncia contra o presidente Michel Temer. Atualmente, o deputado gasta R$ 8.300 por mês com o serviço de “segurança pessoal privada” . A verba é de seu gabinete e é permitida pelo Regimento Interno da Casa.
A coluna Radar Online, da revista Veja, explica que a nota fiscal disponível no site da Câmara não especifica o serviço, não detalha se trata-se da atuação de guarda-costas ou diz respeito apenas a um trabalho de vigilância e/ou monitoramento.

O investimento em segurança não é novidade, Pacheco já usava dinheiro público para contratar a empresa Olímpio Segurança e Vigilância antes mesmo de assumir a presidência da CCJ. No entanto, parece que agora o deputado teria mais uma preocupação, já que assumiu que não moverá uma palha em favor do presidente Temer e entrou na lista negra do Planalto. (Veja) Foto: Revista Veja (NM)
Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário