Governador Sartori detalha medidas de modernização do Estado para jornalistas

"As medidas de modernização do Estado devem ser debatidas, mas é preciso que todos tenham consciência de que não é uma questão de ideologia, é de necessidade", disse o governador  José Ivo Sartori, na última sexta-feira, durante encontro com jornalistas para esclarecer as medidas de reestruturação da máquina pública e ajuste fiscal anunciadas esta semana e enviadas à Assembleia Legislativa. "É uma mudança estrutural. Um desafio que tem que ser enfrentado por todos", sustentou.
O governador defendeu que chegou a hora de olhar para a frente e saber que Estado se quer. "Que Estado a sociedade, pagadora de impostos, pode suportar?", questionou. Sartori enfatizou que o governo não tem Plano B. "Essas mudanças não são para mim ou para a minha administração. São para dar condições de governabilidade aos próximos que vierem, que podem ser de qualquer partido".   
Ao citar todas as medidas tomadas pelo governo desde 1º de janeiro de 2015, quando assumiu, Sartori salientou que, se nada tivesse sido feito, a situação seria ainda pior. Em 2016, o déficit é de cerca de R$ 2,6 bilhões. Para 2017, a projeção é de que passará de R$ 5 bilhões. O acumulado em 2018 chegará a R$ 8,8 bilhões. "Isso é o que vai ocorrer se deixarmos as coisas do jeito que estão. Mas se não tivéssemos feito nada, o déficit seria de R$ 25 bilhões em 2018 - quase metade do orçamento". 
Novo Estado, novo futuro
O conjunto de propostas apresentado pelo Executivo coloca em discussão o tamanho e a função do Estado e sugere um novo modelo, que priorize Segurança, Saúde, Educação, Infraestrutura e áreas sociais. O Plano de Modernização do Estado vai passar por três grandes áreas: estrutura administrativa, regras e benefícios para o funcionalismo público e medidas de ajuste fiscal.O secretário-geral de Governo, Carlos Búrigo, afirmou que a intenção do governo é prestar serviços públicos essenciais com qualidade à população. "Agora, temos que construir o Estado possível. E lá na frente, o Estado necessário".  
Participaram também do almoço os secretários da Fazenda, Giovani Feltes, e da Comunicação, Cleber Benvegnú, a presidente da Fundação TVE Piratini, Isara Marques, e o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza, segundo informações do governo estadual. Foto: Luiz Chaves 
Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário