Moro se exalta e grita com advogado de Lula em audiência

O juiz Sérgio Moro e os advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltaram a se desentender. Desta vez, foi em uma audiência de testemunhas da Lava Jato, do qual Lula é réu, que aconteceu nesta segunda-feira (12).
De acordo com O Globo, tudo começou com uma pergunta do procurador Paulo Roberto Galvão de Carvalho para a testemunha Mariuza Aparecida da Silva Marques, engenheira civil da OAS que trabalhou no triplex cuja propriedade é atribuída a Lula pelo Ministério Público Federal.
O procurador perguntou se a ex-primeira dama Marisa Letícia foi tratada como possível compradora ou alguém para quem o imóvel já era destinado em uma visita que fez ao triplex. Uma das advogadas de Fábio Hori Yonamine lembrou a Moro que a testemunha já havia respondido à pergunta, dizendo que Marisa e Lulinha eram potenciais clientes.
Moro, por sua vez, rejeitou o protesto da defesa e pediu que não fossem feitas novas intervenções. No entanto, um dos advogados de Lula, Juarez Cirino do Santos, voltou a protestar contra a mesma pergunta, sendo chamado de inconveniente pelo juiz.
De acordo com a reportagem, Cirino disse que o procurador estava pedindo a opinião da testemunha, não os fatos, foi quando Moro se exaltou.
Doutor, está sendo inconveniente. Já foi indeferida sua questão. Já está registrada e o senhor respeite o juízo!"
Eu? Mas, escuta, eu não respeito Vossa Excelência enquanto Vossa Excelência não me respeita enquanto defensor do acusado. Vossa Excelência tem que me respeitar como defensor do acusado, aí então Vossa Excelência terá o respeito que é devido a Vossa Excelência. Mas se Vossa Excelência atua aqui como acusador principal, Vossa Excelência perde todo respeito." (O Globo)NM/Foto: Reuters
Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário