"Não sento lá de jeito nenhum", diz Rodrigo Maia, apontando para cadeira de Temer

 SÃO PAULO - Com todos os acontecimentos do impeachment e a posse de Michel Temer, Rodrigo Maia, atual presidente da Câmara dos Deputados, se tornou o primeiro na linha de sucessão presidencial. E mesmo já tendo ocupado o cargo de presidente do Brasil cinco vezes por conta das viagens do peemedebista, Maia já afirmou que não quer assumir o cargo máximo do país.

Atualmente substituindo Temer, Maia tem uma cadeira sua acomodada no gabinete presidencial e afirma ao apontar para o lugar do presidente: "não sento lá de jeito nenhum". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. O atual comandante da Câmara deve lançar sua candidatura à reeleição da Casa no fim deste mês.
Segundo o jornal, Temer também não quis sentar no lugar de sua antecessora. Ao se mudar, o peemedebista mandou retirar a cadeira onde Dilma Rousseff sentava e, na pressa, acabou ficando com uma peça de escritório, mais simples e que destoa do resto do local. O acervo do Planalto, porém, já está providenciando outro assento.
"Que coisa! Uma mesa tão bonita dessas com essa cadeira horrorosa, que descaracteriza o ambiente", comentou Maia à publicação. O deputado também não gostou da troca de quadros no gabinete, que perdeu as obras do Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro após fim de contrato. “A decoração aqui era muito bonita e as obras já estavam incorporadas ao Palácio”, disse o presidente da Câmara. (InfoMoney) Foto: ABr
Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário