Prefeito de Osasco libera empréstimo e paga fiança de R$ 300 mil

O novo prefeito de Osasco, Rogério Lins, pagou fiança de R$ 300 mil na tarde desta segunda-feira (2), segundo informações do Tribunal de Justiça de São Paulo. O prazo de pagamento foi estendido para o primeiro dia útil do ano para que o político pudesse liberar um empréstimo no banco para fazer o pagamento. As informações foram publicadas pelo G1.

O prefeito eleito ficou preso por cinco dias na Penitenciária de Tremembé, no interior paulista, e foi solto na última sexta-feira (30).
A assessoria do político confirmou o pagamento da fiança e disse que ele não vai falar sobre o caso.
Junto com 13 vereadores do município, o prefeito é acusado de contratar funcionários públicos que não apareciam para trabalhar, de acordo com investigação da operação Caça-Fantasmas, do Ministério Público de São Paulo.
Lins assumiu a prefeitura de Osasco em uma cerimônia na Câmara Municipal da cidade. Em seu discurso, ele diz não compreender o motivo da prisão.
Eu tenho que relatar a minha mais recente experiência, minha equipe foi considerada fantasma, uma equipe que trabalha 10, 12, 15 horas por dia, uma equipe que trabalha aos fins de semana, uma equipe que se dedica há mais de 10 anos ao meu lado. E eu continuo ainda sem entender quais foram as verdadeiras e reais razões que levaram ao meu pedido preventivo de prisão, mas eu continuo acreditando na Justiça do homem, respeitando o Ministério Público e acreditando principalmente na vontade do povo e na Justiça de Deus, essa não falha, não tenho dúvida."
O prefeito agradeceu o apoio dos demais políticos e disse acreditar que no final tudo "será corrigido", pois não há provas contra ele. (TJ-SP) (NM) Foto: Divulgação

Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário