Cármem Lúcia diz buscar soluções para situação dos presídios

Após visitar o Presídio Central (PC), nesta sexta-feira, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Cármen Lúcia, realizou audiência pública no Foro Central prédio II de Porto Alegre com diversos órgãos e entidades do Rio Grande do Sul para tentar encontrar soluções para a situação dos presídios do país. Depois de quebrar o protocolo, ao sentar em roda com os participantes, e ouvir sugestões para resolver o problema, a presidente do STF conversou rapidamente com os jornalistas e revelou o objetivo da visita ao Estado.
“Não vim procurar culpados (pela situação dos presídios), estou é procurando soluções”, revelou Cármen Lúcia.
A ministra não detalhou os problemas que viu no PC, mas citou a falta de estrutura para manutenção dos prédios, alimentação, acompanhamento para os egressos e uma outra estrutura para recebê-los com alguns aspectos que precisam ser resolvido. O presidente da Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Rio Grande do Sul, Ricardo Ferreira Breier, destacou que o Estado viveu um dia histórico.
“Ela disse que não há condições físicas para as pessoas possam cumprirem a pena no Presídio Central. Isso representa um modelo que faliu, o aglomeramento de muitos presos em um único espaço. O caminho do Presídio Central deveria ser o mesmo do Carandiru, que teve um episódio vergonhoso para o Brasil, e acabou implodido, mas parece que o governo do Rio Grande do Sul não tem a sensibilidade, talvez, política para entender a gravidade dos fatos”, afirmou Breier.
Ministra revelou que alimentação é de uma dos problemas que precisam ser resolvido no Central - Foto: Luiz Silveira / Agência CNJ / Divulgação / CP
Estava previsto uma visita ao presídio Feminino Madre Pelletier, mas por falta de tempo a presidente do STF não foi até o local. Após o encontro com entidades como Secretaria da Segurança do RS, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Promotores, Conselho Penitenciário Estadual, a postoral carcerária, entre outras, Cármen Lúcia retornou para Brasília, onde cumpre agenda ainda nesta sexta-feira.(Rádio Guaiba/Correio do Povo) Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ
Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário