Yeda e Assis Melo assumem vagas na Câmara com saída de prefeitos

As eleições municipais modificaram a composição da bancada gaúcha na Câmara dos Deputados. Nesta semana, ocorrem as cerimônias de posse dos novos ocupantes do legislativo. No lugar do prefeito eleito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB), assumirá a ex-governadora do Estado, Yeda Crusius (PSDB). Já a vaga aberta pela renúncia do prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato (PTB), dará lugar a Assis Melo (PC do B).
Segundo a Secretaria-Geral da Mesa da Câmara, a posse de Melo ocorrerá nesta segunda-feira. Com a renúncia de Busato, a titularidade do cargo será do primeiro suplente, Cajar Nardes (PR), que até então ocupava a vaga deixada pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB). Agora, Assis ficará no lugar de Nogueira, como suplente, enquanto o petebista estiver afastado do cargo.
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul desde 2001, Assis se elegeu vereador na cidade em 2008. Dois anos depois, foi eleito deputado federal. Ele não conseguiu se reeleger em 2014, e ficou em quarto lugar na disputa à prefeitura de Caxias no ano passado.
Assis Melo, que assume o cargo em Brasília nesta segunda-feira, disputou a prefeitura de Caxas do Sul e ficou em 4º lugar Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Já a tucana Yeda deverá tomar posse na próxima quinta-feira. Ela optou em não participar da cerimônia desta segunda-feira porque está no Exterior, e o regimento da Câmara permite a realização da posse em até 60 dias. Ela assumirá como titular, já que é a primeira suplente de Marchezan, que renunciou ao cargo para assumir a prefeitura da capital gaúcha.
Governadora do Rio Grande do Sul entre 2007 e 2010, Yeda foi deputada federal por três mandatos. Na década de 1990, ocupou o cargo de ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão do governo de Itamar Franco. A tucana também é professora de Economia.
Além dos dois gaúchos, outros 19 suplentes assumirão vagas na Câmara no início deste ano. Houve 19 renúncias de parlamentares que foram eleitos prefeitos ou vice-prefeitos e dois pedidos de afastamento de deputados que assumirão como secretários municipais. (ZERO HORA) Foto: Diego Vara/Agência RBS
Share on Google Plus

About Valéria Reis

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário